Blog | Amey

O legado de Lady Di.

Que a imagem de bondade e espontaneidade de Princesa Diana é eterna, ninguém discorda. Mas após 20 anos de sua morte, seus filhos –  príncipes William e Harry, querem erguer um monumento em sua homenagem nos jardins do palácio de Kensington, no oeste de Londres, onde vivia lady Di. ❤ “Já se passaram vinte anos desde a morte de nossa mãe e é hora de reconhecer seu impacto positivo no Reino Unido e em todo o mundo. Nossa mãe tocou tantas vidas e esperamos que a estátua faça com que todos aqueles que visitem o Palácio de Kensington reflitam sobre sua vida e seu legado”,  disseram os príncipes em um comunicado, e nós morremos de amores pela atitude.

 

Palácio de Kensington terá estátua de Lady Di

 

 

Diana, princesa de Gales, morreu em 31 de agosto de 1997 em um acidente de carro em Paris quando o automóvel  em que se encontrava era perseguido por um paparazzi. Na ocasião, William, agora duque de Cambridge, tinha 15 anos, e Harry, 12. Se tratando da família real, é difícil saber as consequências da perda da mãe para os jovens, mas é inegável a falta que a Princesa Diana faz á eles e a todos que conviviam com ela e a admiravam.

 

Princesa Diana e seus filhos - o legado de Lady Di

Segundo informaram os veículos de comunicação britânicos, a rainha Elizabeth II deu seu apoio a seus netos para que lady Di seja honrada desta maneira. Até agora, Diana foi recordada com a construção de uma fonte no Hyde Park, no centro de Londres, há alguns anos. A fonte procura refletir a espontaneidade da princesa e é bem visitado.

 

Fonte Diana Princess Hyde Park - o legado de Lady Di

 

A Amey tem como inspiração máxima a princesa, e estamos ansiosos desde já com essa notícia. O escultor ainda não foi escolhido, mas será designado por um comitê de seis pessoas, entre elas a irmã de Diana, lady Sarah McCorquodale, segundo a imprensa britânica, que indica que a estátua será financiada pelos próprios príncipes. Sem dúvidas que será um monumento incrível, e uma homenagem que Lady Di merece receber.

 

Conheça sua vida e seu legado:

De plebeia ao símbolo mais radiante de uma monarquia – em uma época vista como decadente – , Diana foi uma das mulheres mais famosas do século XX. Ícone da moda, mãe amorosa e líder de causas sociais, ela se tornou admirada no mundo todo. Foi idolatrada por milhares de pessoas que inclusive a apelidaram carinhosamente de “Princesa do Povo” pela sua vocação filantrópica. Mas, Lady Di também foi severamente criticada pelas suas atitudes e declarações que fugiam ao chamado “protocolo real”,  ou seja, as normas de conduta seguidas pelos sucessores da linhagem. Diana era uma rebelde, uma jovem efervescente e uma mulher de fibra que não se dobrou a tradições arcaicas ou  compromissos de conveniência. Vamos conhecer um pouco de sua história e admirar ainda mais a Princesa?

 

O legado de Lady Di

Depois de completar os seus estudos na Suíça, Diana trabalhou como professora em um jardim de infância. No final da década de 70, começou a se encontrar com o príncipe Charles, e o noivado dos dois foi anunciado no dia 24 de fevereiro de 1981. No dia 29 de julho do mesmo ano, eles se casaram na catedral de Saint Paul, em Londres. A cerimônia contou com 3.500 convidados e foi assistida por aproximadamente um bilhão de pessoas em todo mundo pela televisão.  Seu vestido se tornou um símbolo e uma febre entre as noivinhas da época. E já nessa época, temos então a primeira quebra de protocolo 😉

 

Casamento de Princesa Diana - o legado de Lady Di

 

Tradicionalmente, a pretendente disposta a se casar com o príncipe deveria concordar com os votos já feitos pela Família Real – o que inclui a promessa de obedecê-lo fielmente – ou cegamente. Diana foi a primeira a discordar desta sujeição e escreveu os próprios votos. Inclusive, com apenas 19 anos,  fez questão de deixar bem claro quando disse que não obedeceria o futuro marido durante a cerimônia em Londres. Seu exemplo foi seguido por Kate Middleton, que também não fez esta promessa, quando oficializou a união com o Príncipe William, em 2011.

 

Detalhes do casamento de Diana - o legado de Lady Di

 

weddings-princess-diana-charles

 

Aliás, a princesa Kate costuma se espelhar em Diana em muitas de suas atitudes, e também nos looks icônicos e super elegantes – e já nós amamos em virtude disso 😉 Compare as duas realezas, e veja como as peças clássicas são atemporais e apaixonantes.

Raio x de kate middleton e Princesa Diana - o legado de Lady Di

Fizemos um Raio X de estilo, só constatar que o estilo de Diana, continua mais atual e fashion do que nunca. Kate que o diga! Mas sobre a influência de Diana na moda, nós vamos falar daqui a pouquinho, pois ela representou uma grande fashionista e ditou as tendências de sua época – sendo referência até os dias atuais.

 

Raio x de estilo kate middleton e Princesa Diana - o legado de Lady Di

 

A princesa viveu sob grande exposição na mídia quando se tornou oficialmente Sua Alteza Real a Princesa de Gales e terceira mulher mais importante da monarquia britânica. Com apenas 20 anos, Diana deu à luz William, e logo um ano depois, Harry. Diferentemente do esperado para um membro da realeza, a Princesa de Gales sempre levou uma vida muito moderna e passou valores de humildade e simplicidade aos filhos: foi ela mesma que escolheu o nome de ambos, contrariando os palpites de Charles. Ela também fez questão de estar sempre presente na criação de seus dois filhos: amamentando-os e desenvolvendo uma linda relação de amor e confiança com as crianças.

 

Princesa Diana e seus filhos - o legado de Lady Di

 

Não é de se admirar a bela homenagem que os príncipes querem prestar a mãe com a estátua, Diana sempre foi uma mãe amorosa e prática. Algo que chamava bastante atenção na época era o fato dela se agachava para falar com eles olhando nos olhos, algo nunca antes visto ou feito pelos membros da Família Real, e gesto que é comumente sendo visto como repetido pelo príncipe William em relação a seus (lindos e fofos) filhos, netos que a Princesa nunca pôde conhecer.

 

Família real - o legado de Lady Di

 

Diana fez questão que seus dois filhos frequentassem a escola pública: ambos estudaram no Jardim de Infância de Jane Mynon, localizado bem próximo ao Palácio de Kensington. Como Diana era professora, sempre achou de suma importância para o comportamento infantil que seus pequenos convivessem com outras crianças e fossem tratados como meninos comuns. Lady Di também levava os pequenos para lancharem no Mc Donald’s, deixava que eles andassem de transporte coletivo, usassem jeans, bonés de times de beisebol e consertassem suas próprias bicicletas. Quando ela os levou para a Disney, os dois pequenos aguardavam a entrada nos brinquedos nas filas normais. Isso é simplesmente incrível.

 

Princesa Diana, William e Harry - o legado de Lady Di

 

O estopim para a perseguição midiática contra Diana ocorreu com o fim de seu casamento com o Príncipe Charles, oficializado no ano de 1996. Já no final da década de 1980, tiveram início as especulações sobre uma possível crise conjugal. Finalmente, em dezembro de 1992, foi anunciada a separação do casal real. Em fevereiro de 1996, Diana aceitou o pedido de divórcio apresentado em dezembro pelo príncipe Charles. Eles se divorciaram oficialmente no dia 28 de agosto de 1996. Depois disso, Diana seguiu com suas obras assistenciais, perdeu as regalias reais e manteve a guarda dos filhos compartilhada. Os escândalos e especulações sobre traição nunca abandonaram a imagem de Diana desde então, assim como a perseguição dos paparazzis e a especulação sobre seus novos romances e namoros.

 

Perseguição da mídia - o legado de Lady Di

 

 

Em 1994, Lady Di foi manchete de vários jornais britânicos após aparecer com este lindo vestido tubinho preto em um evento beneficente na Serpentine Gallery, quebrando totalmente o esteriótipo de que todas as integrantes da realeza deveriam escolher suas peças à dedo para não serem tachadas de ousadas.  Ela apareceu na capa da revista People mais de 50 vezes, 8 vezes na Time e em 7 capas da Newsweek.

Princesa diana como ícone fashion - o legado de Lady Di

 

Outras revistas em todo o globo também colocaram a imagem da Princesa de Gales na capa com frequência. Isso rendia bons negócios: os exemplares que traziam Diana na capa se esgotavam rapidamente. Seus vestidos, looks e acessórios eram referências de moda e objeto de desejo pelas mulheres do mundo todo. Não é a toa que a Amey mantém Diana como diva inspiradora, ícone atemporal e exemplo de personalidade empoderadora e ousada!

 

Estilo da Princesa Diana era referência de moda - o legado de Lady Di

Seus looks clássicos e com uma pitada de ousadia eram replicados pelas marcas. A gargantilha de esmeraldas – que Diana usava como coroa – virou hit copiado pelas mulheres da época, assim como o corte de cabelo e as saias retas, ou conjuntos com blazers. A cintura sempre marcada é outra marca registrada da Princesa. E não há como negar, ela sabia ser marcante, moderna e  fashion.

 

Looks icônicos de Princesa Diana - o legado de Lady Di

Está achando pouco? A princesa teve muita coragem e humildade ao falar de seus problemas publicamente. Mesmo perseguida e muitas vezes humilhada pelos tabloides, Diana se despiu das armaduras reais, de sua imagem de mulher endeusada e perfeita e expôs suas lutas pessoais: a princesa enfrentou principalmente problemas de saúde mental, incluindo distúrbios alimentares e tentativas de suicídio. No fim das contas, ela conseguiu superar esse drama e ser a mãe amorosa que sabia que seus filhos iriam precisar. Em uma entrevista concedida à BBC, no ano de 1985, Diana não somente abriu o jogo sobre sua vida pessoal e os bastidores da crise de seu casamento: ela também falou publicamente sobre sua luta contra a bulimia, transtorno alimentar desenvolvido pelo estresse de tentar – aos trancos e barrancos – manter as falsas aparências sobre o seu relacionamento com Charles. “Você tenta fazer coisas contra si mesma porque acha que não é digna ou que a sua existência não possui validade alguma. E a recorrência deste pensamento sempre segue um padrão repetitivo, altamente auto-destrutivo.”

 

Drama pessoal - o legado de Lady Di

 

Diana sempre será lembrada como sendo uma mulher que nutria extrema compaixão pelo outro, prova disso foi o seu apoio a diversas instituições de caridade. A princesa de Gales atravessou um campo de minas terrestres em Angola para conscientizar os habitantes sobre o perigo que os conflitos civis significavam para toda a população africana, apertou a mão de um portador de HIV e visitou órfãos de pais soropositivos no Brasil, em 1987, quando a doença ainda era muito mais estigmatizada do que hoje. Durante suas visitas a instituições filantrópicas, ela chegou a levar seus dois filhos para conhecerem a crueza da vida real. Ao todo, Diana ajudou mais de 100 instituições de caridade, uma das quais chegou a ganhar o Prêmio Nobel da Paz meses depois da sua morte. Mas a viagem mais célebre de Diana aconteceu no ano de sua morte. Em 1997, a princesa partira para a Angola com a missão de aumentar a consciência sobre a campanha de remoção de minas terrestres, promovida pela Cruz Vermelha Internacional na época. Uma das orientações da princesa era que suas visitas deveriam ser mantidas em segredo da mídia, para que ela pudesse visitar as pessoas que estavam doentes e machucadas sem perturbações.

 

Trabalhos filantrópicos - o legado de Lady Di

Apesar de Diana ter morrido há anos, seus trabalhos filantrópicos prosseguem através do Fundo da Princesa de Gales estabelecido após sua morte. O fundo tem uma meta simples e objetiva: garantir que as organizações que ela apoiava continuem recebendo o apoio que merecem. Hoje o fundo ajuda a tomar conta de doentes na África, fornecendo abrigo a refugiados em todo o mundo, e continua a campanha contra o uso de minas terrestres durante conflitos. A “princesa do povo” continua sendo uma celebridade frequente na imprensa, servindo de tema para muitos livros, jornais e revistas. Estima-se que seu nome seja citado, pelo menos, oito mil vezes por ano na imprensa britânica.
Trabalhos humanitários - o legado de Lady Di

A sua trágica e inesperada morte ocorrida após um acidente de carro na cidade de Paris, em 1997, foi seguida de um grande luto público pelo Reino Unido e pelo mundo. Seu funeral, realizado em setembro do mesmo ano, foi assistido globalmente por cerca de 2,5 bilhões de pessoas, tornando-se um dos eventos mais assistidos da história da televisão. O Palácio foi tomado por flores e homenagens, e as circunstâncias e acerca de sua morta ainda hoje causam comoção, polêmica e são um grande mistério.

 

Morte, funeral e luto pela Rainha dos Pobres - o legado de Lady Di

 

Além de um ícone na cultura popular, a princesa Diana deixou um legado muito maior do que filhos, problemas pessoais e controvérsias. A primeira mulher a se casar com um herdeiro do trono britânico em mais de três séculos viveu apenas 36 anos, entretanto deixou para trás um exemplo de esperança e altruísmo, de liberdade e empoderamento feminino e de força para lutar por causas humanitárias. Sim, nós admiramos demais Lady Di, e todas as marcas que ela deixou no mundo. Por isso, uma estátua para relembrar seu legado, é o mínimo que podemos esperar  e ansiar em sua homenagem. 👸✨

sepatris

DIANA_PRESS_06-1400x1128 (1)

 

 

 

 

A Amey é a marca da mulher marcante, decidida e independente que gosta de atrair olhares e fazer de qualquer lugar uma passarela para sua beleza. Sofisticação e elegância são as principais características do nosso público: aquela mulher que se transforma em uma verdadeira diva usando a roupa certa. Conheça a Amey.

@AmeyClothing

Siga-nos no instagram

Top